Dr. João manifesta preocupação com o fechamento do Hospital Regional de Barra do Bugres

0
596

Deputado negocia com o governador Mauro Mendes alternativa para socorrer prefeituras que fazem parte do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Norte, que fazia a gestão do Hospital Regional de Barra do Bugres

EDÉSIO ADORNO – A Bronca Popular

image

O Consorcio Intermunicipal de Saúde da Região Médio Norte de Mato Grosso (CISMNORTE), que é composto pelos municípios de Arenápolis, Barra do Bugres, Brasnorte, Campo Novo do Parecis, Denise, Nova Marilândia, Nova Olímpia, Porto Estrela e Santo Afonso, fazia a gestão do Hospital Regional de Barra do Bugres por força de convenio com a Secretaria Estadual de Saúde.

O acordo de parceria venceu em 31 de maio deste ano, mas foi prorrogado até o dia 27 de julho de 2020. A prefeita de Denise, Eliane Lins da Silva, que assumiu a presidência do CISMNORTE, depois do fracasso da gestão do prefeito de Campo Novo do Parecis, Rafael Machado, postou um comunicado nas redes sociais para informar aos prestadores de serviços do Hospital Regional, que a unidade de saúde retorna ao comando do governo do estado.

Hospital Regional de Barra do Bugres fecha as portas depois de sucessivas gestões fracassadas

“Vimos esclarecer que o Convenio 003/2015, firmado entre este Consórcio e o Governo do Estado de Mato Grosso para a gestão do Hospital Regional de Barra do Bugres, encerrou-se no dia 31 de maio de 2020, sendo que somente foi aditivado o prazo até 27 de julho de 2020, sem aditivo de valor”, escreveu a gestora.

Elaine destaca, no comunicado, que desde o mês de agosto do ano de 2019, devido a inúmeros problemas técnicos e jurídicos, tais como processos trabalhistas e Ação Civil Pública c/c dano moral e coletivo, o Consórcio tem solicitado que o Governo do Estado assuma a gestão do Hospital, ou encontre outra alternativa para garantir seu funcionamento.

“De lá pra cá, o Governo do Estado solicitou que o Consórcio permanecesse por mais alguns períodos na gestão do hospital, alegando que não reúne condições para assumir essa gestão”, anotou a prefeita   “Por esse motivo, informamos que a partir de amanhã (28/07) não teremos condições de dar continuidade aos serviços do hospital por não termos convénio, tampouco previsão financeira e orçamentária para esse fim”, explicou.

A presidente interina do Consórcio de Saúde afirmou ainda que o Governo do Estado teria informado que estaria buscando imediatamente uma solução para dar continuidade aos serviços oferecidos no Hospital Regional de Barra do Bugres.

Deputado Dr João busca alternativa  

consorcio 2.jpg

Atento a questão da saúde pública e preocupado com o fechamento do Hospital Regional de Barra do Bugres, o deputado estadual João Matos (MDB) participou, na tarde desta segunda-feira, de uma reunião na Prefeitura de Arenápolis. Participaram da reunião, o prefeito de Nova Marilândia, Juvenal Alexandre, acompanhado da Secretaria de Saúde, Maria das Graças e Ronaldo Wanderson, o prefeito de Arenápolis, José Mauro Figueiredo, o prefeito de Nova Olímpia, José Elpidio, a Secretaria de Saúde, Cátia Oda e a enfermeira Andressa Biava, o Secretário de Saúde de Porto Estrela, Aluirson Júnior e o prefeito de Santo Afonso, Joabe Almeida

Em sua página no Facebook, o deputado João Matos, que é médico nefrologista, afirmou que a reunião serviu para discutir sobre o fechamento do Hospital Regional de Barra do Bugres, que atendia a demanda eletiva, urgência e emergência dos municípios que compõe o Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Norte de Mato Grosso.

consorcio 1.jpg

“De acordo com o que foi apresentado pelos secretários de saúde e prefeitos presentes, foi sugerido que seja realizada uma reunião com a diretoria do Hospital Municipal de Nova Olímpia e do Hospital das Clínicas de Tangará da Serra, uma vez que já não há mais atendimento no Hospital Regional de Barra do Bugres”, escreveu o deputado.

O Dr. João afirmou ainda que uma alternativa precisa ser construída com urgência. “Precisamos unir esforços na busca de propostas e solução imediatas para essa questão que implica na saúde e atendimento de todos os municípios que fazem parte do consórcio regional de saúde.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here